Bico Rural

Pecshow 2020 encerra com perspectiva otimista para o crescimento do setor pecuarista tocantinense nos próximos anos

A segunda edição da Pecshow 2020, para difusão de tecnologia para a cadeia da produção de carne e leite, encerrou na última sexta-feira, 23, com expectativas otimistas para o crescimento no setor pecuarista para os próximos anos no Tocantins. O evento direcionado aos técnicos e produtores agropecuaristas foi uma realização do governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, Pecuária Aquicultura (Seagro), Ministério da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (MAPA) e parceiros.
Mediada pela médica veterinária da Seagro e moderadora do evento, Érika Jardim, a webinar discutiu sobre a “Pecuária sustentável – O futuro da produção”, com explanação da Presidente da Sociedade Rural Brasileira, Teka Vendramini, do Presidente do Grupo de Trabalho de Pecuária Sustentável (GTPS), Caio Penido e do Gerente de Operações Agropecuárias da Agrojem, Danilo M. Figueiredo. “As palestras, os conceitos do que é pecuária sustentável enriqueceram as discussões da última noite, trazendo informações de como alcançar essa sustentabilidade na pecuária fazendo com que tenhamos um futuro promissor nessa tão importante cadeia produtiva, não só no Tocantins, como em todo o mundo que precisa da proteína animal”, declarou Érika Jardim.
Para o secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura e presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Thiago Dourado a Pecshow cumpriu com seu propósito. “Nestes três dias de evento, o Governo do Tocantins apresentou aos produtores as inovações das tecnologias de ponta na produção genética da carne e leite, as perceptivas para a evolução da pecuária ao compartilhar as experiências da pecuária no Brasil e do Tocantins. O Estado tem em seu DNA a pecuária, sendo uma atividade que o tocantinense ama, gosta de trabalhar e está pronto a participar de eventos que possibilite novos conhecimentos”, considerou o gestor. “As experiências compartilhadas servem para que os pecuaristas possam conhecer o que há de mais moderno na pecuária, trocar ideias e ter uma direção com relação ao futuro que planeja”, concluiu Thiago Dourado.
Entre os assuntos que foram abordados entre os participantes, destacou que a pecuária para ser sustentável e eficiente, deve, conforme a própria definição da Organização das Nações Unidas (ONU), atender as necessidades do presente sem comprometer a possibilidades das gerações futuras. Por isso, uma pecuária sustentável deve promover a proteção do meio ambiente, justiça social e eficiência econômica.
Dados
A pecuária no Brasil alcançou a marca dos 215 milhões de cabeças de gado, sendo o país um dos lideres mundiais na produção de consumo e exportação de carne bovina. De cada cinco quilos de carne bovina  consumidos no mundo, um quilo tem origem nos campos brasileiros. A cadeia produtiva de proteína animal, apesar da pandemia, alcançou vendas externas na ordem de 9,29 bilhões de dólares em março de 2020, 13,3% a mais que no mesmo período de 2019, com destaque para a carne bovina.

Com informações: Seagro-TO.

Sair da versão mobile